Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, BARRAS, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese
MSN - clebercampospi@hotmail.com



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Unidos no Senhor Jesus


 
Missões no Sertão do Piauí!


3 razões, porque você precisa de Jesus!

Porque você tem um passado!

Você não pode voltar ao passado, mas Ele pode. A Bíblia diz "Jesus é o mesmo onte, hoje e para sempre." (Hebreus 18:13) Ele pode entrar naquelas áreas da sua vida em que houve pecado e fracasso, para enxugar toda lágrima, limpar toda marca e dar a você um novo começo.

Porque você precisa de um amigo!

Jesus conhece o que há de pior em você, mas Ele acredita no seu melhor. Por quê? Porque Ele não te vê como você é. Mas como você será depois dEle ter agido em sua vida. Por isso, Ele é um amigo de verdade.

Porque Ele tem o seu futuro nas mãos.

Em quem mais você pode confiar? Nas mãos dEle você fica tranquilo e seguro hoje, amanhã e por toda eternidade. A Palavra diz: "Porque sou eu que conheço os planos que tenho pra vocês... planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano. Planos de dar-lhes esperança e um futuro." (Jeremias 29:11 a 13)

Se você quer ter um relacionamento pessoal com Jesus hoje, por favor, faça esta oração:

"Senhor Jesus, eu o convido para entrar em minha vida. Eu creio que morreste por mim e que teu sangue pagou o preço por todos os meus pecados e me deu o dom da vida eterna. Pela fé eu recebo este dom e reconheço a Ti como meu Senhor e Salvador. Amém"

 

Reflexão do: www.palavraparahoje.com.br



Escrito por Cleber Campos às 11h52
[] [envie esta mensagem] []



Guardando-se dos ídolos

Devocional Semanal

Projeto Água Viva – Missão Integral no Nordeste do Brasil

“Mantenham-se longe de tudo o que possa tomar o lugar de Deus” (1 João 5:21)

                Quando os israelitas reclamaram do maná que Deus fornecia milagrosamente, Deus “enviou serpentes venenosas... que morderam o povo; e [muitos]... morreram” (Nm 21:6). Eventualmente Israel se arrependeu e pediu a Deus para tirar as serpentes. Então Deus disse a Moisés para fazer uma serpente de bronze, colocá-la em um poste, e cada um que olhasse para ela seria curado. Foi uma solução impressionante, e que funcionou. Mas o que aconteceu com ela? A Bíblia diz que Ezequias “fez em pedaços a serpente de bronze que Moisés fizera, porque... Israel lhe queimava incenso” (2 Re 18:4). Por séculos eles a preservaram, protegeram e poliram, carregando-a consigo para todo lugar, até que terminaram por adorá-la. Algo que um dia tinha sido uma bênção, tornou-se um ídolo.

                Você acha que isso não pode acontecer? João, o Apóstolo, disse “Mantenham-se longe de tudo o que possa tomar o lugar de Deus nos seus corações”. Qualquer coisa ou qualquer pessoa pode se tornar um ídolo – sua igreja, seus filhos, seu esposo ou esposa, seu emprego, sua casa, seu carro, sua educação. Não entenda mal; não há nada de errado em desfrutar dessas bênçãos. É errado apenas quando elas começam a tomar o lugar de Deus!

                Jesus disse, “Porque onde estiver o vosso tesouro, ali estará também o vosso coração”. (Lc  12:34). E novamente, “A boca fala do que está cheio o coração” (Mt 12:34). Onde você escolhe investir seu tempo, energia e dinheiro, o que você fala e pensa, revela o que está no seu coração. Cristo deseja ter o “primeiro lugar em tudo” (Cl 1:18), sem exceção. Além disso, quando Ele está no centro de sua vida, tudo o mais é apenas complemento.



Escrito por Cleber Campos às 08h45
[] [envie esta mensagem] []



Trabalhando na roça

Aqueles que semeiam com lágrimas, com cantos de alegria colherão. Aquele que lança a semente, voltará com cantos de alegria, trazendo seus feixes.

Salmos 126.5-6 NVI

                           Talvez poucos hoje saibam o que realmente significa uma roça, o que é trabalhar com plantio e muito menos o que é enfrentar clima e terrenos dificultosos. Meditando hoje neste texto, Deus me mostrou que fazer missões é ir para roça, é estar na roça. Hoje vivemos numa cultura que a roça é sinal de pobreza, é o coitado que não pode ou não teve mesmo a oportunidade de estudar e por isso esta lá, como se viver de roça fosse para quem não sabe fazer nada na vida. Até parece que viveríamos sem o arroz da roça, o feijão, e aqui em nosso nordeste a mandioca, o inhame e a macaxeira; todos plantados em um tempo certo, cada um em sua estação. O que fazer se todos saírem da roça? Quem vai plantar? Quem vai colher? Como vamos nos alimentar?

                Amados, nestes quatro anos de trabalho missionário em tempo integral, no qual compartilho com o mesmo tempo de casado, marcamos e plantamos algumas roças, colhemos e deixamos para colherem para gloria de Deus, e lembro-me que em alguns casos preparar a terra para lançar a semente foi algo muito dificultoso, foram terrenos espinhosos, onde tivemos de entrar para limpar e tirar todo espinho e preparar a terra com adubo para receber enfim a semente; por trabalhar em meio a espinhos, muitas vezes saímos sangrando, ralados, cortados, mas feliz por ter conseguido plantar, mas, por ser tão doloroso pensamos em desistir, mas lembrei-me dos espinhos que Cristo suportou por mim, e isso nos fez continuar. Enfrentamos também o desprezo, e até o abandono por sermos simples plantadores de roça, em terrenos secos do sertão, e nos momentos em que pensamos em desistir o Dono da roça sempre nos fortalecia dizendo: Continuem, são poucos os trabalhadores.

                Ah, não existe nada mais valioso do que ver os frutos de uma plantação difícil estarem prontos para serem colhidos, e comparando com espigas, vemos que muitas delas eram fortes, cheias e famosas, e outras fracas com um crescimento lento, mais estavam lá.

                Existe muita gente com fome, por falta de trabalhadores na roça; percebemos que não nascemos para outra coisa, a não ser trabalhar na roça, não por falta de estudo, isso até temos e precisamos de mais, para nos aprofundar no conhecimento da agricultura espiritual e assim tratar os diversos tipos de terreno. Uma coisa percebemos também, que o trabalho braçal, de nada vale se não houver os carregadores, os fornecedores de boas sementes, os que com muito esforço fazem investimentos no campo e amparam os trabalhadores. É sem duvida um trabalho coletivo, e sem as orações, sem as palavras de conforto, sem a presença e ajuda daqueles que se dispuseram, teria sido ou é bem mais difícil. Deus é o dono das diversas plantações, e ele esta comissionando pessoas para juntos plantarmos varias roças. (Fazer missões).

No amor de Cristo,

Cleber Campos

Homem do campo



Escrito por Cleber Campos às 13h25
[] [envie esta mensagem] []



Minhas reflexões

E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações.

Atos 2.42

 

Como é belo e maravilhoso o modelo da igreja de Cristo, e de como viviam os convertidos. Existia aqui nesta igreja uma comunhão verdadeira, e cada crente se preocupava com o outro, e assim repartiam o pão de casa em casa, e viviam em plena comunhão.

            O que me chama a atenção nos dias de hoje, é que poucos se preocupam com o próximo no sentido de ampara-lo. Sem ir muito longe, basta perguntarmos a situação de nossas crianças nos dias de hoje, dos trabalhos que são desenvolvidos. Existem igrejas que deixaram de fazer o trabalho com crianças pelo simples fato de acharem que elas só aparecem nas programações por conta do lanche, coisa que não as impediam de ouvir o evangelho. O que temos feito por milhares de idosos abandonados nos asilos? E isso fica difícil quando não se observa nem os da própria igreja, pois muitos quando já velhos deixam de ir à igreja por não ter forças, e não aparece ninguém para leva-lo. Queridos olhemos para os meninos de rua, presidiários, alcoólatras, viciados em drogas e etc. o que nós como igreja temos feito? A obra social da igreja não pode ser deixada de lado, e no alargar de nossa visão, observemos os missionários que precisam de assistência financeira, familiar e espiritual.

            Oremos para que não percamos a preocupação com a vida, e queiramos ajudar a salvar só almas, mas vidas, assim agindo de uma forma mais completa, pois o inimigo tem oprimido pessoas na miséria e solidão, e a igreja de Cristo não pode ficar parada, afinal o Senhor Jesus disse que as portas do inferno não prevalecerão contra a igreja(Mateus 16.18), por isso temos que quebrar estas portas e avançar no verdadeiro modelo de igreja, o modelo de Cristo.

 

Cleber Campos



Escrito por Cleber Campos às 07h55
[] [envie esta mensagem] []



O pote rachado

Defeito ou qualidade?

 Um carregador de água na Índia levava dois potes grandes, ambos pendurados em cada ponta de uma vara a qual ele carregava atravessada em seu pescoço. Um dos potes tinha uma rachadura, enquanto o outro era perfeito e sempre chegava cheio de água no fim da longa jornada entre o poço e a casa do chefe. O pote rachado chegava apenas pela metade. 

Foi assim por dois anos, diariamente, o carregador entregando um pote e meio de água na casa de seu chefe. Claro, o pote perfeito estava orgulhoso de suas realizações.  Porém, o pote rachado estava envergonhado de sua imperfeição, e sentindo-se miserável por ser capaz de realizar apenas a metade do que havia sido designado a fazer.  

Após perceber que por dois anos havia sido uma falha amarga, o pote falou para o homem um dia, à beira do poço:  

- Estou envergonhado, quero pedir-lhe desculpas. 

- Por quê?, perguntou o homem. - De que você está envergonhado?

- Nesses dois anos eu fui capaz de entregar apenas metade da minha carga, porque essa rachadura no meu lado faz com que a água vaze por todo o caminho da casa de seu senhor. Por causa do meu defeito, você tem que fazer todo esse trabalho, e não ganha o salário completo dos seus esforços, disse o pote. 

O homem ficou triste pela situação do velho pote, e com compaixão falou:

- Quando retornarmos para a casa do meu senhor, quero que percebas as flores ao longo do caminho.  

De fato, à medida que eles subiam a montanha, o velho pote rachado notou flores selvagens ao lado do caminho, e isto lhe deu ânimo. Mas ao fim da estrada, o pote ainda se sentia mal porque tinha vazado a metade, e de novo pediu desculpas ao homem por sua falha. Disse o homem ao pote: 

- Você notou que pelo caminho só havia flores no seu lado do caminho??? Notou ainda que a cada dia, enquanto voltávamos do poço, você as regava??? Por dois anos eu pude colher flores para ornamentar a mesa do meu senhor. Sem você ser do jeito que você é, ele não poderia ter essa beleza para dar graça à sua casa.

Autor desconhecido



Escrito por Cleber Campos às 18h24
[] [envie esta mensagem] []



Noticias do Campo!

A paz de Cristo, a todos!

 

Alegrai-vos filhos de Sião, regozijai-vos no Senhor, vosso Deus, porque Ele vos dará em justa medida a chuva; fará descer como outrora a chuva temporã e a serôdia. Joel 2.23

 

            Glorificado seja o nome de nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO, que com sua tamanha misericórdia tem nos alcançado e nos motivado a continuar na luta pregando e anunciando as verdades do Senhor.

            Temos passado por muitas provas em nosso ministério, as vezes pensamos que não vamos conseguir passar por elas, mas, Deus tem nos confortado mostrando assim os resultados do esforço que fazemos. Neste ultimo domingo após ter pregado sobre a coragem que devemos ter de ser diferentes, abordando o texto de Daniel 3 onde fala de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, no momento do apelo uma jovem senhora levantou a sua mão e se entregou a Cristo. Isso nos encheu de força, e hoje (10.06.2009) após a apresentação do programa Manancial da Vida um homem veio a nossa casa, onde declarou que a mensagem que foi pregada fez uma grande diferença em seu coração a ponto de chorar no seu local de trabalho. Foi maravilhoso isso, e ontem também recebemos outro testemunho de uma jovem que é secretaria do padre da cidade, onde ouvindo o programa no escritório da paróquia declarou para Rivalda que a mensagem parecia ter sido direcionada para ela, e o tema da mensagem era Entrega o teu caminho ao Senhor. Estas são portas que Deus está abrindo para que possamos continuar evangelizando este povo, e cremos que tudo isso é resposta de Deus as orações dos amados, e louvamos a Deus por sua ajuda, e por Deus esta nos usando (Eu e você) para realização deste trabalho.

Motivos de oração

  1. Que possamos resistir às provas.
  2. Que o Senhor nos fortaleça
  3. Discipulados e Pré-discipulados
  4. Trabalhos com Crianças, adolescentes e jovens.
  5. Termino da construção do templo
  6. Pelo quebrantamento do povo barrense

 Cleber e Rivalda Campos



Escrito por Cleber Campos às 12h29
[] [envie esta mensagem] []



Manancial da Vida

 Aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrario, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para vida eterna.

João 4.14.

 

A paz de Cristo, louvamos muito a Deus que abriu mais uma porta para evangelização da cidade de Barras PI. Iniciamos nesta segunda-feira, o programa Manancial da Vida, em uma radio de grande alcance na cidade, louvamos a Deus porque foi difícil encontrar este espaço devido o grande numero de emissoras de rádios piratas, e na cidade só existia duas que eram legalizadas, então tínhamos que encontrar espaço em uma delas, na primeira não deu certo porque não aceitavam programas evangélicos, mas para gloria de Deus, encontramos na outra emissora que nos recebeu muito bem e abril espaço até mudando uma programação normal, para nos dar um horário bom, e todos os dias de segunda a sexta, estamos com o programa Manancial da Vida das 7:30 as 8:30 da manhã.

Louvamos a Deus por esta vitória, porque assim começamos a entrar nos povoados que é nosso alvo, e assim cremos que ficará ainda mais fácil chegar neles, porque já não seremos estranhos. Agradecemos suas orações, pois os frutos delas estamos colhendo, e isso é motivo para intensificar ainda mais nas orações, pois os desafios continuam grandes, pois precisamos arrumar patrocinadores na cidade para manter o programa, que custa R$ 140,00 mensais, já conseguimos cinco, e precisamos pelo menos mais cinco para manter, e por falta de um transporte tenho que andar quilômetros de bicicleta para chegar na radio, e a nossa oração é que Deus nos abençoe para que tenhamos condições de comprar um transporte para locomoção na cidade. Deus tem nos dado vitórias, e cremos que vai fazer muito mais.

Sei que estou me estendendo muito, mas não posso deixar de compartilhar a benção que foi o culto do ultimo domingo, estávamos um pouco tristes porque com as constantes chuvas na cidade o povo não vinha, e domingo não foi diferente, a chuva caiu, e eu disse ao Senhor: “Senhor, não deixe que chuva atrapalhe o povo vim ao culto” irmãos chegou a hora de começar o culto e nada de alguém chegar, mas quando já íamos começar a chuva deu uma maneirada e o povo começou chegar com seus guarda-chuvas, e a garagem de nossa casa ficou cheia de pessoas que havíamos convidado. Louvado seja Deus.

Estamos oferecendo água VIVA, e cremos que esta água vai saciar a sede de Deus deste povo.

 

No amor de Cristo;

Cleber e Rivalda Campos

Missionários Sertanejos

Motivos de oração!

1.      Discipulados – Estamos fazendo discipulado com sete pessoas.

2.      Mantenedores – Precisamos de mantenedores, pessoas com o coração na obra.

3.      Construção – Que tenhamos condições de terminar logo o templo e sair da garagem.

4.      Programa Radiofônico – Que a palavra atinja os corações das pessoas.

5.      Povoados – Que sejam alcançados pela palavra. (Salvação)

6.      Cleber e Rivalda – Que Deus nos fortaleça nesta obra.



Escrito por Cleber Campos às 17h06
[] [envie esta mensagem] []



Tempo de Renovação

  

A história da águia

 

                      A águia é a ave que possui maior longevidade da espécie. Chega a viver setenta anos.Mas para chegar a essa idade, aos quarenta anos ela tem que tomar uma séria e difícil decisão. Aos quarenta ela está com as unhas compridas e flexíveis, não consegue mais agarrar suas presas das quais se alimenta. O bico alongado e pontiagudo se curva. Apontando contra o peito estão as asas, envelhecidas e pesadas em função da grossura das penas, e voar já é tão difícil!

                      Então a águia só tem duas alternativas: Morrer, ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar cento e cinqüenta dias. Esse processo consiste em voar para o alto de uma montanha e se recolher em um ninho próximo a um paredão onde ela não necessite voar. Então, após encontrar esse lugar, a águia começa a bater com o bico em uma parede até conseguir arrancá-lo. Após arrancá-lo, espera nascer um novo bico, com o qual vai depois arrancar suas unhas. Quando as novas unhas começam a nascer, ela passa a arrancar as velhas penas. E só cinco meses depois sai o formoso vôo de renovação e para viver então mais trinta anos.

                      Em nossa vida, muitas vezes, temos de nos resguardar por algum tempo e começar um processo de renovação. Para que continuemos a voar um vôo de vitória, devemos nos desprender de lembranças, costumes, velhos hábitos que nos causam dor.

Somente livres do peso do passado, poderemos aproveitar o resultado valioso que a renovação sempre nos traz.

 

"Se alguém está com Cristo é uma nova criatura; as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo." (1 Coríntios 5:17)



Escrito por Cleber Campos às 16h28
[] [envie esta mensagem] []



Templo da ICE Floriano PI

Agência de salvação

 

            Momentos agradáveis foram os dias de festas pela inauguração do templo em Floriano, um grande sentimento de satisfação e alegria tomaram conta de nossos corações, pois vimos o nascimento, as primeiras conversões e o desenvolvimento de cada irmão ali, e dirigir um dos cultos foi como se não estivesse saído dali. Somos realmente gratos ao Senhor pelo privilegio de ter pastoreado aquela igreja por dois anos e meio. Ver os irmãos alegres com o termino daquela obra foi maravilhoso, porém muita coisa ainda precisa ser feito, não no templo de tijolos, mas nos templos do Espírito Santo, e muitos ainda precisam ser construídos, e isso se dá com muito trabalho de oração e evangelização.

            Louvamos a Deus, porque Ele fez brotar em nós um amor tão grande por cada irmão e irmã ali, e saber que isso é recíproco nos contagia ainda mais, louvamos muito ao Rei dos reis, pois não nos falta lugar para hospedagem, e sentimos o amor vindo de cada coração e através das palavras vemos o quanto Deus operou naquela cidade.

            Queremos sem citar nomes, para evitar injustiças, mas dizer que amamos a todos e dizer também que continuem crescendo em novidade de vida.

            A festa de inauguração foi cheia de muito louvor e adoração, e ainda fomos bastante edificados com as pregações do Pr. Hans Ulrich Reifler, que encheram os nossos corações, e estiveram presentes irmãos das igrejas Cristãs Evangélicas das cidades de São Raimundo Nonato PI, São Francisco MA, e Campo Alegre de Lourdes BA, onde um grande momento de confraternização se instalou ali.

            Depois da festa, fomos agraciados pelos irmãos, e na segunda feira tentamos visitar todos os irmãos e abraçar cada família, não deu de ir a todas as casas porque tínhamos só mais um dia, mas ainda realizamos um pequeno grande culto na casa dos Irmãos Bebel e Adriana, onde tivemos a oportunidade de evangelizar um jovem senhor chamado Nilson, que ficou bastante impactado com a palavra. Na terça tivermos que ir embora, e deixar o conforto que foi nos proporcionado na casa de nosso grande  irmão Idelfonso, e contamos também com toda assistência de nossa irmã Solimar, louvado seja Deus porque me deram o privilegio de conhece-los.

            Que Deus continue derramando suas bênçãos sobre toda igreja.

 

Cleber e Rivalda Campos

Missionários Sertanejos



Escrito por Cleber Campos às 22h59
[] [envie esta mensagem] []



Visita Missionária

Que formosos são sobre os montes os pés do que anuncia as boas-novas, que faz ouvir a paz, que anuncia coisas boas, que faz ouvir a salvação, que diz a Sião: O teu Deus reina. Isaias 52.7

 

            Tenho levado esta palavra em meu coração, e me alegro em dizer aos que nos acompanham, e desta quero destacar a presença marcante neste fim de semana da 2º Igreja Cristã Evangélica de Teresina na cidade de Barras, onde fizeram um ótimo trabalho de evangelismo no bairro, terminando com culto à noite (sábado e domingo). Vieram em um grupo de 14 pessoas abençoadas, que com toda certeza deixaram sua marca nos corações dos barrensses, e ainda fomos ricamente abençoados com as mensagens ministradas pelo Pr. Edílson.

            Confesso que o meu coração e o de minha esposa estavam saltitantes por conversões nestas noites, mais ainda estamos em um campo de corações duros e sabemos que no tempo de Deus esses corações amolecerão e assim colheremos bons frutos, cremos que estes dias contribuíram muito para isto, e espero em breve contar os efeitos desta viagem missionária.

            Estamos gratos a Deus por ter usados cada um que veio juntar-se a nós nesta luta.

 

Abraços a todos.

 

No amor de Crsito,

 

Cleber Campos

Missionário Sertanejo



Escrito por Cleber Campos às 22h49
[] [envie esta mensagem] []



Mutirão pelo Sertão

Barras Piauí Brasil

Mutirão pelo Sertão

 

O projeto de plantação de igreja em Barras, a exemplo de Floriano, tem como objetivo além de anunciar o evangelho na sede da cidade, estabelecer uma base para alcançar os povoados vizinhos. Entendemos que precisa-se de uma igreja forte e de homens e mulheres fortes para a expansão do evangelho em todos os lugares, e estas igrejas estão sendo projetadas para que no futuro possa atuar fortemente na área de treinamento de lideres, para que dentro de sua própria comunidade ou povoado possa dirigir o povo de Deus, e assim alcançarmos o maior numero possível de povoados que não conhecem o evangelho salvador e regenerador de JESUS CRISTO.

Temos notado que mesmo na sede o povo é muito carente de educação, saúde, saneamento e acima de tudo da palavra de Deus. Temos pedido muita ajuda em cobertura espiritual, ou seja, em orações, pois acreditamos que o clamor do povo de Deus pode muito em seus efeitos, e se juntarmos nossas forças conseguiremos alcançar o sertão que são mais 12 milhões sem presença evangélica em nosso nordeste, que não conhecem o Cristo que conhecemos, e o maior numero se encontra no Piauí, e vemos que Deus tem se compadecido e olhado para este povo e tem escolhido homens e mulheres para assumirem esta missão de propagação do evangelho a essa gente, uns foram chamados para ir e trabalhar integralmente na obra, outros para o ministério de oração e outros de viabilizar recursos, contribuindo como mantenedores da obra.

Convidamos você a fazer parte deste mutirão pelo Sertão. (mãos dadas fazendo missões) É só dizer SIM.Jóia

 

Cleber e Rivalda Campos

Missionários Sertanejos

 

 



Escrito por Cleber Campos às 22h35
[] [envie esta mensagem] []





Escrito por Cleber Campos às 22h35
[] [envie esta mensagem] []



Novamente no ar!

Olá povo de Deus, estou ativando novamente o meu blog para divulgar todas as noticias do campo missionario no sertão do Piauí. Espero que gostem



Escrito por Cleber Campos às 21h57
[] [envie esta mensagem] []



O Bambu...

O Bambu

Era uma vez um lindo jardim no coração do Reino do Oriente onde, ao entardecer, o Senhor do jardim saía para passear. De todos os que habitavam o jardim, o mais bonito e amado era o nobre e gracioso Bambu.
A cada ano que passava Bambu ficava mais bonito e gracioso. Ele estava ciente do amor e admiração que seu Senhor tinha por ele. Ainda assim era humilde e meigo. Muitas vezes quando o Vento vinha deliciar-se no jardim, Bambu deixava de lado a sua dignidade. Ele dançava e balançava alegremente, sacudindo-se, balançando-se, agitando-se e dobrando-se em doce abandono.
Ele comandava a grande dança do jardim, e o seu Senhor ficava encantado.
Um dia o Senhor se aproximou de Bambu para contemplá-lo. Com um olhar de expectativa e curiosidade, Bambu baixou a sua cabeça até o chão em reverência para cumprimentá-Lo cheio de amor. O Senhor disse: "Bambu, Bambu eu poderia te usar."
Bambu disse: "Senhor, estou pronto, use-me como quiser."
"Bambu", a voz do seu Senhor tornou-se grave, "eu teria que cortá-lo."
Bambu estremeceu aterrorizado. "Me cortar...? Eu, a quem você, meu Senhor, me fez o mais bonito dentre todos no Seu jardim? Cortar-me? Oh, isso não! Isso não! Use-me para fazê-lo feliz, meu Senhor, mas não me corte!"
"Querido Bambu," a voz do Mestre ficou ainda mais grave, "se eu não te cortar não poderei te usar."
Fez-se silêncio no jardim. O Vento prendeu a respiração. Bambu baixou lentamente a sua cabeça orgulhosa e gloriosa.
Então ouviu-se um sussurro. Bambu respondeu: "Senhor, se você não pode me usar a menos que me corte, então seja feita a sua Vontade, corte-me."
"Bambu, querido Bambu, eu também terei que cortar as suas folhas e ramos."
"Senhor, Senhor, me poupe! Corte-me e jogue a minha beleza por terra, mas o Senhor tem que cortar as minhas folhas e ramos também?"
"Ai Bambu; se eu não os cortar não poderei te usar." O Sol escondeu a sua face. Uma borboleta que ouvia tudo voou para longe assustada.
Bambu estremeceu perante a terrível perspectiva e sussurrou: "Senhor, pode cortar."
"Bambu, Bambu, eu terei que dividi-lo em dois e cortar o seu coração, porque se eu não cortar não poderei usá-lo."
"Senhor, Senhor, então corte e divida."
Então o Senhor do jardim cortou o Bambu e o jogou por terra, cortou seu ramos e o despiu das suas folhas, dividiu-o em dois e cortou o seu coração.
Levantando-o gentilmente levou-o a um córrego de águas cristalinas no meio de seus campos secos.
O Senhor então deitou gentilmente o Seu querido Bambu pondo uma ponta no córrego e a outra no sulco que havia na terra no seu campo. O córrego cantou as boas-vindas. A água pura e cristalina correu alegremente pelo corpo dilacerado de Bambu até os campos que esperavam ansiosos.
Então plantou-se o arroz e os dias passaram. Os rebentos cresceram.
Chegou a época da colheita. Naquele dia, Bambu, que outrora fora tão glorioso em sua majestosa beleza, agora se encontrava ainda mais glorioso no seu quebrantamento e humildade. Em sua beleza, ele era vida abundante. Mas quebrantado ele tornou-se num canal de vida abundante para o mundo do seu Senhor!

"E, chamando a Si a multidão, com os Seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após Mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz e siga-Me. Porque qualquer que quiser salvar a sua vida perdê-la-á, mas qualquer que perder a sua vida por amor de Mim e do evangelho, esse a salvará. Pois que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma?" (Marcos 8:34-36 )


Escrito por Cleber Campos às 14h36
[] [envie esta mensagem] []



Reflita e ponha em pratica

Eu posso fazer mais que isso

A mãe, com apenas 26 anos, parou ao lado do leito de seu filhinho de 6 anos, que estava morrendo de leucemia. Embora o coração dela estivesse pleno de tristeza e angústia, ela também tinha um forte sentimento de determinação.
Como qualquer outra mãe, ela gostaria que seu filho crescesse e realizasse seus sonhos. Agora, isso não seria mais possível, por causa da leucemia terminal. Mas, mesmo assim, ela ainda queria que o sonho de seu filho se> transformasse realidade. Ela tomou a mão de seu filho e perguntou: "Billy, você alguma vez já pensou o que você gostaria de ser quando crescer? Você já sonhou o que gostaria de fazer com sua vida?" "Mamãe, eu sempre quis ser um bombeiro quando eu crescer."
A mãe sorriu e disse: " Vamos ver se podemos transformar esse sonho em realidade." Mais tarde, naquele mesmo dia, ela foi ao corpo de bombeiros local, na cidade de Phoenix, Arizona, onde se encontrou com um bombeiro de enorme coração, chamado Bob. Ela explicou a situação de seu filho, seu último desejo e perguntou se seria possível dar ao seu filhinho de seis anos uma volta no carro dos bombeiros em torno do quarteirão.
O bombeiro Bob disse: "Veja, NÓS PODEMOS FAZER MAIS QUE ISSO! Se você estiver com seu filho pronto às sete horas da manhã, na próxima quarta-feira, nós o faremos um bombeiro honorário por todo o dia. Ele poderá vir para o quartel,comer conosco, sair para atender as chamadas de incêndio!" "E se você nos der as medidas dele, nós conseguiremos um uniforme verdadeiro para ele, com chapeú, com o emblema de nosso batalhão, um casaco amarelo igual ao que vestimos e botas também. Eles são todos confeccionados aqui mesmo na cidade e conseguiremos eles rapidamente."
Três dias depois, o bombeiro Bob pegou o garoto, vestiu-o em seu uniforme de bombeiro e escoltou-o do leito do hospital até o caminhão dos bombeiros. Billy ficou sentado na parte de trás do caminhão, e foi levado até o quartel central. Ele estava no céu. Ocorreram três chamados naquele dia na cidade de Phoenix e Billy acompanhou todos os três.
Em cada chamada ele foi em veículos diferentes: no caminhão tanque, na van dos paramédicos e até no carro especial do chefe do corpo de bombeiros. Ele também foi filmado pelo programa de televisão local. Tendo seu sonho realizado, todo o amor e atenção que foram dispensadas a ele acabaram por tocar três meses mais que todos os médicos haviam previsto. Uma noite, todas as suas funções vitais começaram a cair dramaticamente e a enfermeira-chefe, que acreditava no conceito de que ninguém deveria morrer sozinho, começou a chamar ao hospital toda a família.
Então, ela lembrou do dia que Billy tinha passado como um bombeiro, e ligou para o chefe e perguntou se seria possível enviar algum bombeiro para o hospital naquele momento de passagem, para ficar com Billy. O chefe dos bombeiros respondeu: "NÓS PODEMOS FAZER MAIS QUE ISSO! Nós estaremos aí em cinco minutos. E faça-me um favor? Quando você ouvir as sirenes e ver as luzes de nossos carros, avise no sistema de som que não se trata de um incêndio. É apenas o corpo de bombeiros vindo visitar, mais uma vez, um de seus mais distintos integrantes. E você poderia abrir a janela do quarto dele? Obrigado!"
Cinco minutos depois, uma van e um caminhão com escada Magirus chegaram no hospital, extenderam a escada até o andar onde estava o garoto e 16 bombeiros subiram pela escada até o quarto de Billy. Com a permissão da mãe, eles o abraçaram e seguraram e falaram para ele o quanto eles o amavam. Com um sopro final, Billy olhou para o chefe e perguntou: "Chefe, eu sou mesmo um bombeiro?" "Billy, você é um dos melhores"- disse o chefe. Com estas palavras, Billy sorriu e fechou seus olhos pela última vez.
E você, diante do pedido de seus amigos, filhos e parentes, tem respondido "EU POSSO FAZER MAIS QUE ISSO!" ? Reflita se sua vida tem sido em serviço ao próximo, e tome > >uma > >> decisão hoje mesmo. (Está história é verídica). > >> > >> > >> EU POSSO FAZER MAIS QUE ISSO !
REFLEXÃO
Prezado visitante, que a história acima possa nos inspirar a fazer um pouco mais pelos outros. A Bíblia diz que somos servos inúteis, quando fazemos apenas aquilo que é nossa obrigação. Precisamos pensar melhor no que podemos fazer em favor do próximo.
Veja o que diz a parábola do Samaritano. "E, respondendo Jesus, disse: Descia um homem de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos dos salteadores, os quais o despojaram e, espancando-o, se retiraram, deixando-o meio morto. E, ocasionalmente, descia pelo mesmo caminho certo sacerdote; e, vendo-o, passou de largo.
E, de igual modo, também um levita, chegando àquele lugar e vendo-o, passou de largo. Mas um homem samaritano que ia de viagem chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão. E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, aplicando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre a sua cavalgadura, levou-o para uma estalagem e cuidou dele; E, partindo ao ioutro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele, e tudo o que de mais gastares eu to pagarei, quando voltar. Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai e faze da mesma maneira".



Escrito por Cleber Campos às 11h48
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]